decen{BR}

Transações quebra-cabeça no Bitcoin

Conforme o nome sugere, transações quebra-cabeça existem como um jogo ou desafio, e não com o propósito tradicional de transferir valores entre duas partes.

Transações quebra-cabeças podem ser publicadas por diversos motivos, como recompensas por encontrar falhas no software (bug bounties e test bounties), campanhas de marketing promocional ou simplesmente por diversão.

Primórdios dos Quebra-cabeças Bitcoin

Nos primórdios do Bitcoin, quando moedas eram distribuídas gratuitamente pela Internet, era relativamente comum encontrar quebra-cabeças diversos contendo valores que, na cotação de hoje, podiam chegar a centenas de milhares de dólares em prêmios. Vale lembrar que até alguns anos atrás, era comum encontrar “torneiras” (faucets) de criptomoedas distribuindo Bitcoin grátis! Obviamente, nada disso existe mais.

Conforme Bitcoin ganhou valor, os quebra-cabeças foram desaparecendo, haja vista que ninguém mais desperdiça seus caros Satoshis com esse tipo de brincadeira. Até porque Bitcoin é uma tecnologia que já foi testada de todas as maneiras imagináveis nos últimos 11 anos, então restam poucas idéias de quebra-cabeças envolvendo a criptografia BTC.

Marketing

No entanto, transações quebra-cabeças Bitcoin ainda podem servir como eficientes ferramentas de marketing. Nesse caso, o Bitcoin embarcado no desafio é visto como investimento, e o resultado pode ser a geração de buzz e menções para um projeto decentralizado.

Quebra-cabeças Bitcoin também são ótimos geradores de links para promoção de sites. Alguns desafios, como este no Bitcointalk, continuam sendo citados até os dias atuais. Nesse caso, o desafio serviu, inadvertidamente, como marketing para o Bitcointalk.

Atenção Para Falsos Quebra-Cabeças

Bitcoin é extremamente transparente e oferece alto grau de segurança. Porém, se um usuário gerar um endereço e nunca o utilizar, é praticamente impossível fazer qualquer análise de rastreio. Assim, um marketeiro inescrupuloso poderia gerar um novo endereço, “solucionar” o quebra-cabeças enviando o Bitcoin para si próprio.

O dono desse novo endereço, por não possuir qualquer referência ao dono do quebra-cabeças, é impossivel de ser verificado. A recompensa do desafio pode ser paga ao próprio autor, sendo impossível auditar de forma confiável. Mesmo um auditor externo pode ser ludibriado nesse caso: basta que os organizadores do concurso não informem que o endereço vencedor lhes pertence. Não há como rastrear esse novo endereço de volta à origem.

Quebra-cabeças Impossíveis

Vamos pensar em um outro cenário hipotético.

Uma grande empresa, ou um investidor graúdo, decidem fazer um marketing inescrupuloso. Utilizam um de seus endereços repletos de Bitcoin, com alto valor financeiro, e divulgam um desafio que não possui solução. O público, que em geral não possui grande conhecimento técnico, não solicita uma assinatura provando que determinado dado do quebra-cabeças é oriundo do endereço que contem o Bitcoin, e assim por diante. O público, diante de uma personalidade sabidamente rica, “confia” e investe tempo e dinheiro em um problema sem solução. Enquanto isso o autor do desafio fez barulho e obteve o engajamento desejado.

Casos Solucionados

Ao fim deste artigo incluímos vários links para quebra-cabeças usando criptomoedas, especialmente Bitcoin.

Note que vários desses endereços contêm zero Bitcoin!

Foram casos solucionados, onde os ganhadores sacaram os valores para novos endereços. Conforme mencionamos, é impossível rastrear esses endereços para saber se pertencem aos próprios autores do desafio.

Referências

Discussão Sobre Quebra-Cabeças Bitcoin no Bitcointalk

BitCrack é uma ferramenta para tentar quebrar chaves privadas

Exemplo de Transação Quebra-Cabeça Bitcoin

Uma Transação quebra-cabeças Bitcoin bastante conhecida

Imagem supostamente contendo U$ 70,000 em Bitcoin

Desafio 310 Bitcoin [Quebra-cabeças Bitcoin]

Sobre @ Autor(@)
Publicado por decen{BR} - decen{BR} é nosso avatar coletivo, @ qual usamos na editoria do site. Normalmente, os conteúdos publicados pel@ decen{BR} são traduções de nosso site parceiro crypto.bi - (ou contribuições indiretas de um de seus autores). Confira nossa página Sobre (menu lateral) para conhecer a nossa equipe! Saiba Mais o Decen{BR}
Autor(a)
Publicado
23 de novembro de 2020
Atualizado
6 de dezembro de 2020
Não rastreamos nossos usuários. Este site não emprega Javascript ou anúncios.